quinta-feira, 26 de novembro de 2015

ISTO DE SER MÃE #7

Se algum dia escrever um livro, o título certamente será:

Socorro, pari o Tarzan!



Este miúdo delicia-me com as suas experiências vocais,
excepto quando as tentas executar em plena madrugada.

 Fiquem atentas!

segunda-feira, 23 de novembro de 2015

SINAL VERDE.

Mais um. 
Ao que tudo indica ele volta ao IPO daqui a 11 meses para mais uma revisão. Sim eu disse ele volta e não voltamos. Estou triste com ele. Então não é que ele foi a consulta e não me chamou? É certo que estava no jardim a amamentar a minha pequena cria, mas caramba, se fosse para ficar no jardim não teria ido... Embora ele me tente explicar que foi sem intenção, a mim não me convence e nada me tira da ideia que ele queria estar sozinho com a médica. Acho que no fundo não confiou em mim e é por isso que estou triste. Estamos nisto juntos e uma pessoa preocupa-se... Magoei.

quinta-feira, 19 de novembro de 2015

ISTO DE SER MÃE #6

O meu filho é o único que gosta de me ouvir cantar.

Como eu me vejo:

Como o meu filho me vê:

Como o meu marido me vê:


Mãe sofre.

quarta-feira, 18 de novembro de 2015

segunda-feira, 16 de novembro de 2015

SOBRE OS ATENTADOS.

Pensei em não comentar, mas se até o Bruno de Carvalho pode dizer tudo como os parvos, então porque não poderei eu dar a minha opinião? Afinal de contas, je suis Charlie - embora por vezes as pessoas não saibam o que significa.

Ora vamos lá à liberdade de expressão.

Actualmente parece existir uma hipocrisia enorme nas redes sociais, em que as figuras públicas (e não só) têm que ser todas da mesma opinião, defendendo o bem e sabes-se lá mais o quê. Que fachada! Lembram-se da polémica com o Pedro Barroso? Deu a sua opinião e quase foi excomungado (mais informação aqui). Que vergonha! 

O assunto do momento é Paris e os atentados que foi alvo. Ora se há pessoas que acreditam, tal como eu, que hajam terroristas infiltrados no meio de tanto refugiado - PORQUE OS HÁ - porque não se respeita esta opinião? Por que se tem que defender com todas as forças os sírios?


Sendo que é humanamente impossível controlar quem entra  - já que a maioria chega sem documentos - sinceramente o melhor era ficarmos como estamos uma vez que os que temos por cá já nos dão dores de cabeça suficientes - ou será necessário mostrar ao mundo que somos os mais fofinhos e acolhemos toda a gente? Porém, eu até compreendo esta acção, não iríamos agora virar as costas mas sejamos sinceros e mostrem os vossos receios! Sejam conscientes e honestos e admitam que há terroristas no meio deles. Não contem comigo para campanhas descabidas e de coração aberto para os refugiados. Estarei sempre de pé atrás, assim como estou com qualquer um, até com o meu vizinho do lado.

Quem defende piamente os refugiados é porque não tem familiares em Paris, porque se tivessem, tal como eu, dois familiares a passear por Paris e se não soubessem notícias deles por breves mas eternos segundos, então aí iriam desejar outro tipo de coisas. 

Mas isto é tudo uma moda, neste momento não se pode criticar nada que se é logo racista ou xenófobo! Não há pachorra para esta perseguição. Se querem deitar areia para os olhos, os meus não estarão à vossa espera. Lamento.

Mais, a CMTV com actualizações constantes mostrou ser a única TV à altura para quem queria saber novidades ao minuto, foi muito útil.

Agora é rezar para que estes meus familiares cheguem hoje, sãos e salvos, e que este pesadelo termine, pelo menos para já.

sexta-feira, 13 de novembro de 2015

SUGESTÃO DE FIM-DE-SEMANA: PARGO ASSADO NO FORNO.

Com o marido pescador, peixe de qualidade nunca falta cá por casa.
Hoje sugiro-vos pargo assado no forno:


Como ele chegou tarde, guardei o pargo no frigorífico apenas com sal para fazer no dia seguinte.
Depois de escamado e devidamente arranjado, fiz uns cortes no lombo e temperei-o já na travessa de ir ao forno.




Para o tempero utilizei: 1 tomate, 1/2 pimento, 3 cebolas, 4 dentes de alho, sal aromatizado (feito por mim), pimentão-doce q.b.; vinho branco; azeite. 


Depois de marinar durante 2h, acrescentei as batatas e levei ao forno:


Bom apetite!

quinta-feira, 12 de novembro de 2015

DESEJOS DE NATAL.

Intercomunicador.

Eu sei que é um desejo um pouco esquisito, mas mudam-se os tempos, mudam-se as necessidades vontades.

Para quem tem filhos, qual a vossa opinião sobre o intercomunicador?

quarta-feira, 11 de novembro de 2015

11 DE NOVEMBRO.

Faz hoje precisamente um aninho que vi o meu teste positivo. O relógio marcava perto das 7horas quando fui à casa de banho. Minutos depois lá estavam elas, as duas riscas. Marotas que quase me tiraram o ar. Acho que por breves segundos paralisei, depois andei de um lado para outro e a única pergunta que me assombrava era: e agora? Ai, e agora... Bem, respirei fundo, muito fundo até, e saí de casa minutos depois. Não contei nada a ninguém, nem a ele que dormia profundamente. Ainda hoje me pergunto como aguentei o dia inteiro sem dizer nada. Não sabia o que fazer e muito menos por onde se começava - decidi então, depois de almoço, ligar para o Centro de Saúde para entrar em contacto com a Enfermeira do Médico de Família que só me viria a receber na semana seguinte. Que eternidade!!
Levei o dia a pensar como daria a novidade ao papá que ficaria radiante, disso tinha eu a certeza. Chegada a hora do jantar, coloquei a mesa para três e quando ele chegou e reparou no pormenor houve uma explosão de sentimentos e receios. 
Hoje, passado um ano e pais de um bebé lindo de 4 meses, somos um casal mais completo e também mais cansado - faz parte, segundo dizem. Mas haja saúde e boa disposição que tudo se resolve!

Por fim, e tal como tinha prometido, é dia de anunciar o vencedor do Passatempo de São Martinho.

E o feliz contemplado é...

agulhasepinceis

Muitos parabéns! 
Por favor envie-me os seus dados para opinioesemteia@gmail.com.

Obrigada a todos os que participaram.

segunda-feira, 9 de novembro de 2015

QUERIDO, MUDEI DE CASA #6

E porque o pequeno Santi faz hoje 4 meses (como o tempo voa!!!) vou falar-vos do quartinho dele.
Neste momento o quarto está minimamente montado, já temos a mobília, o candeeiro, mas parece que falta qualquer coisa... Preciso de uma ideia txanan para o quarto do meu filho! Inicialmente idealizámos um quarto muito clean, onde o branco seria a cor predominante, contudo agora parece-nos pouco acolhedor e pouco deslumbrante.

É certo que se trata apenas de um quarto de bebé, mas nós queremos fazer o nosso melhor e torná-lo digno de capa de revista.

Esta tarde debrucei-me sobre algumas ideias:














Depois mostro-vos o resultado final!

Mãos à obra!

sexta-feira, 6 de novembro de 2015

quinta-feira, 5 de novembro de 2015

ISTO DE SER MÃE #5

E as saudades que eu tenho de um belo copo de vinho tinto?

Há um ano que estou de jejum!!

Mas é por um bom motivo, eu sei.

quarta-feira, 4 de novembro de 2015

QUERIDO, MUDEI DE CASA #5

Quando se muda de casa, há sempre qualquer coisa que não queremos manter.

Eis o meu caso:


Organizadores/suportes de parede.

A não ser que se tenha disponibilidade para limpar todos os dias, na minha opinião (que vale o que vale), estes organizadores servem apenas para apanhar pó e gordura. No meu caso específico tinha: suporte magnético para as facas, suporte para panos da loiça e suporte para frascos de especiarias. Lindo e maravilhoso - ninguém duvida - mas requer uma manutenção que neste momento não estou disposta a praticar. Chamem-me o que quiserem, porém só quem tem percebe. Agora tenho tudo guardadinho em gavetas e armários para ser mais higiénico. Temos pena.

terça-feira, 3 de novembro de 2015

ISTO DE SER MÃE #4

Estávamos nós a pensar que iríamos introduzir as sopas já este mês quando a pediatra nos diz: "nem pensar, guarde as sopas e as papas para depois dos 6 meses! O seu filho está óptimo e o leite materno é o melhor que ele pode ter."

Sabem o que lhe respondi? 
- E como explico eu isso às avós?

Sendo ela muito prática disse-me logo: o filho é seu e você (vocês) é que decide (decidem).

Ai se fosse assim tão simples... elas já acham que o miúdo passa fome, agora então é que vai ser uma dor de cabeça para elas!

Adiante.
Ansiedades à parte, o Santiago, agora com quase 4 meses, está lindo e maravilhoso e delicia-nos dia após dia! Sou uma mãe babada!